Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos adia ações previstas por conta do Coronavirus

Campo Grande, 31/03/2020 às 11:26

A Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos, focada na prevenção e combate a disseminação ao Covid-19, adiou diversas ações previstas para os meses de março e abril.

Para o Subsecretario de Defesa dos Direitos Humanos, Junior Coringa, o momento pede para que todas as ações anteriormente planejadas, independentemente de sua importância fiquem em segundo plano, pois o momento é de cuidar da saúde da população campo-grandense.

“Porém nosso trabalho não pode parar pois sabemos o quanto é importante para todos que projetos como estes sigam em frente, e a Prefeitura Municipal de Campo Grande está sempre empenhada em garantir e zelar pelos direitos da nossa população”, explicou o subsecretário.

 

Lançamentos adiados:

– Projeto Centro de Referência de Direitos Humanos que atua como mecanismo de defesa, promoção e acesso à justiça e estimula o debate sobre cidadania influenciando positivamente na conquista dos direitos individuais e coletivos.

Trata-se de uma Casa de Direitos, de convivência entre pessoas. Um espaço físico onde são implementadas ações que visam à defesa e a promoção dos Direitos Humanos e oferece, fundamentalmente informações sobre direitos e serviços; consiste na disseminação de informações junto à população sobre seus direitos e deveres enquanto cidadão.

Atendimento jurídico, social e psicológico, capacitação em direitos humanos, produção de conhecimento, mediação de conflitos, apoio e articulação.

– Projeto da Central de Libras com o Centro Municipal de Interpretação de Libras de Campo Grande (CMILCG) para pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva que funcionará prestando informações e orientações sobre serviços públicos, com o portal de tradução simultânea por vídeo chamada disponível no site da Prefeitura de Campo Grande por meio de link especifico e disponibilização de dois profissionais ouvinte, de nível superior, com competência e fluência em Libras para realizar a interpretação das duas línguas, de maneira simultânea e consecutiva para atuar em eventos realizados pela Prefeitura.

Além desses, Lançamento do Programa Campo Grande sem racismo, Solenidade de posse do Conselho Municipal dos Direitos Humanos, Prêmio Aleixo Paraguaçu, Noite de homenagem ao povo cigano, Ação em alusão a comemoração do dia do Índio, Abertura oficial da semana cultural dos povos e comunidades indígenas de Campo Grande e demais comemoração em alusão a semana, Miss e Mister Indígena e Lançamento do projeto Meio Fio é Muro também foram adiados.

“Pedimos a todos que participem das nossas campanhas tanto de doação de alimentos como a de doação de sangue, pois neste momento qualquer gesto de solidariedade faz toda a diferença, venham conosco nesta corrente do bem”, finalizou Coringa.

Durante o mês de abril a Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos, estará lançando outras ações visando a diminuição do impacto causado pelo Corona Vírus.