Subjuv inicia lives em novos horários com tema de inclusão digital em Libras

Campo Grande, 06/07/2020 às 12:07

A prefeitura de Campo Grande, por meio da Subsecretaria de Políticas para a Juventude, está desde o início do mês de maio/2020, com programação de vídeos e lives em suas redes sociais.

A partir de amanhã (7), às 11h30, a live será com o interprete em Libras – Língua Brasileira de Sinais – Luis Guilherme. Atuando sempre na área religiosa, Luis Guilherme abordará o tema; “Surdos: Estrangeiros na sua própria Pátria” e “Como enfrentar a falta de inclusão e acessibilidade”.

Inclusão digital

O Dia Nacional do Surdo, 26 de setembro, data que comemoram as conquistas da comunidade surda sobre os desafios e as necessidades de acessibilidade e inclusão dessa população nos espaços físicos e digitais da sociedade. Embora ao longo dos anos muitos direitos tenham sido conquistados, ainda há barreiras para uma sociedade mais acessível e inclusiva.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem 10 milhões de surdos e, desse total, aproximadamente 30% não sabem ler o português, enquanto os 70% restantes sabem, mas não compreendem o que está escrito. A dificuldade com a língua portuguesa escrita pode estar associada a diversos aspectos, como a impossibilidade de aprender por meio da fonética e do som e a diferença da estrutura gramatical da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Vale ressaltar que Libras é uma língua oficial do Brasil desde 2002 e, de acordo com a lei, tem o mesmo status que o português, sendo considerada a língua materna da comunidade surda.

Os dados do IBGE demonstram que um quantitativo significativo da população brasileira não tem acesso ou não compreende os conteúdos disponíveis nos sites e plataformas digitais. Por isso, a experiência comunicacional e de interação dos surdos nesses ambientes deve estar acessível em Libras. No entanto, o número de sites acessíveis no Brasil ainda é inexpressivo, representando apenas 2%.

Confira a Programação:

Dia 7/7 – “Surdos: Estrangeiros na sua própria Pátria” e “Como enfrentar a falta de inclusão e acessibilidade” – Interprete em Libras Luis Guilherme.

Dia 14/7 – Inclusão e Autismo: Caminhos e Possibilidades – psicóloga Aparecida Veiga, professora Edivânia Freitas e a professora Jussara Clara.

Dia 21/7 – Racismo e Mercado de Trabalho – Especialista em Educação Tom Santana.

Dia 28/7 – LGBT e as Lutas na Educação Democráticas – psicólogo Dr. Aldenor Júnior.

Informação: (67) 3314-3577

Redes Sociais: Subsecretaria de Políticas para a Juventude/Facebook e @subjuvcg/Instagram