Reviva finaliza mais de 70% da drenagem do primeiro lote da Rui Barbosa

Campo Grande, 06/10/2021 às 16:50

As obras de requalificação do Lote 1 do Corredor de Transporte da Rua Rui Barbosa já foram 70,88% concluídas, de junho até hoje, correspondendo a 2,1km de rede. O trajeto de 7km, que vai da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) até a Avenida Rachid Neder, foi dividido em dois lotes, com execução de duas empreiteiras. O Lote 1 corresponde ao perímetro da Avenida Rachid Neder até a Avenida Fernando Corrêa da Costa, ou seja, o trecho que compreende o “miolo” central, mais adensado e comercial que o Lote 2.

As obras estão sendo executadas em várias frentes com o objetivo de aproveitar o período de estiagem e acelerar as intervenções maiores, justamente as drenagens, que demandam escavações mais profundas e interdições por mais tempo. Concomitantemente, estão sendo feitas as calçadas e bocas de lobo, além da infraestrutura elétrica para a melhoria da iluminação pública.

De acordo com a arquiteta Ana Magno, coordenadora das obras no Lote 1, o investimento em infraestrutura com a execução da drenagem vai diminuir os alagamentos na região, garantindo mais qualidade de vida aos cidadãos e segurança aos motoristas.

Os trechos já executados, incluindo os cruzamentos, são:

Avenida Fernando Corrêa da Costa (sentido shopping-centro) até a Rua Barão do Rio Branco, incluindo 40 metros de drenagem nas ruas 7 de Setembro e 15 de Novembro;

Trecho entre a Rua Dom Aquino e Travessa Pepe Simioli;

Rua Pepe Simioli, entre as ruas Rui Barbosa e Pedro Celestino;

Rua Pedro Celestino, entre a Travessa Pepe Simioli e Rua das Garças;

Trecho entre a rotatória da Avenida Rachid Neder e Rua Julio Dittmar;

Em finalização

O trecho entre as ruas Barão do Rio Branco e Dom Aquino está sendo finalizado. E ainda falta executar o trecho da Pedro Celestino, entre Rua das Garças e Eduardo Santos Pereira, e 50 metros na Rua Eduardo Santos Pereira.

Liberações e interdição

Nesta quarta-feira (6), foram liberados três trechos de ruas interditadas, sendo eles:

Cruzamento da Rua 13 de Maio com Marechal Rondon (liberadas duas pistas de rolamento); Rua 13 de Maio, entre a Amazonas e São Paulo e o trecho da Rua 13 de Maio, em frente a Santa Casa.

Já em decorrência de obras de drenagem, nesta quinta-feira (7), a Rua Trindade, no cruzamento com a Rua Aristóteles, será fechada totalmente. A previsão é de que o trecho fique 15 dias fechado.

Outro trecho que será fechado, mas parcialmente, é o cruzamento da Rua 7 de Setembro com a Rua 13 de Maio, onde será feita a sondagem referente às obras de drenagem.