Proposta da Prefeitura é selecionada para desenvolvimento de software pela UFMS

FOTO APLICATIVO

Campo Grande, 09/08/2019 às 15:23

O Comitê Municipal de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos de Campo Grande (COMIF) foi selecionado pela Fábrica de Software da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), por meio do Edital de submissão e seleção de propostas, para o desenvolvimento gratuito de aplicativo de acolhimento de denúncias de queimadas urbanas.

Os representantes da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb) no COMIF, Mariana Massud e Vinícius Zanardo, egressos da instituição de ensino, foram os proponentes e realizaram uma apresentação às equipes de desenvolvimento.

Mariana Massud destaca que mesmo com as campanhas de combate às queimadas ainda é grande a incidência “Apresentamos o histórico das ações do nosso Comitê, bem como o diagnóstico das queimadas em nossa cidade. Sabemos que mesmo proibido por lei, o ato de provocar queimadas para a limpeza de terrenos baldios ainda
é uma prática comum dos munícipes. E é essa realidade que precisamos alterar”.

A proposta enquadrada visa disponibilizar ao cidadão um canal de denúncia interativo, aumentando assim a efetividade da denúncia. Com o aplicativo, o munícipe poderá encaminhar a localização exata do foco de incêndio e fotos. De posse dessas informações, será possível realizar um diagnóstico mais preciso da temática em nossa
cidade, servindo como base para futuras ações do COMIF nas regiões com maior incidência de focos de incêndios.

“Estamos em uma época cada vez mais tecnológica e sabemos que a maioria das pessoas possui um smartphone com acesso à internet. Atualmente a Prefeitura Municipal de Campo Grande conta com o Central de Atendimento ao Cidadão (Central 156) para acolher a denúncia de queimadas. Nossa ideia é disponibilizar mais uma opção para o cidadão realizar a denúncia” aponta Vinícius.

O Coordenador da Fábrica e docente da UFMS, Bruno Cafeo, comenta sobre a oportunidade para o acadêmico em desenvolver um projeto real “A Fábrica de Software da UFMS começou a funcionar em 2018, com o intuito de propiciar uma formação mais completa para os estudantes do curso Engenharia de Software, visto que aproxima o acadêmico do mercado de trabalho. Além disso, visa a realçar o viés social, atendendo, com os softwares desenvolvidos, demandas tecnológicas da UFMS e comunidade em geral”.

A primeira reunião dos proponentes com a equipe desenvolvedora acontecerá na próxima segunda-feira (12) na UFMS. A conclusão do software está prevista para o final do segundo semestre deste ano.

Rede Municipal de Sites e Serviços On-line de Campo Grande MS

http://www.campogrande.ms.gov.br/