Procura para atualizar Cadastro Único em unidades da SAS cresce 60%

Foto: Diogo Gonçalves

Campo Grande, 10/11/2021 às 15:46

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) registrou um aumento de 60,53% no atendimento às famílias inscritas no Cadastro Único. O recadastramento, que termina no mês de janeiro, pode ser feito em um dos 21 Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e seis Centros de Convivência para realizar o recadastramento do CadÚnico.

O objetivo da campanha é buscar o maior número de beneficiários com o Cadastro desatualizado, além de realizar ações de busca ativa às famílias inscritas no CadÚnico para promover a atualização dos dados.

Mesmo antes do lançamento da campanha “Não Perca seu Benefício” nesta quarta-feira (10), a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da SAS, realiza um trabalho de conscientização da importância da atualização dos dados junto aos inscritos no CadÚnico para alertar sobre os riscos de perder os benefícios sociais do Governo Federal, como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação continuada (BPC), também conhecido por LOAS.

Durante o lançamento da campanha, que aconteceu nesta quarta-feira (10) no Teatro do Paço, o prefeito Marquinhos Trad pediu o empenho de todos os segmentos da sociedade para que as informações relacionadas à atualização cadastral cheguem a todas as famílias inscritas.

“É um momento difícil especialmente para essas famílias, que foram muito afetadas pela pandemia. É importante a mobilização de toda a sociedade para garantir que elas continuem recebendo seus benefícios. Além do Bolsa Família, um dos benefícios mais importantes é a tarifa social de energia elétrica, que ajuda muito as famílias que têm dificuldade em pagar essa conta, por isso peço que ajudem a divulgar a campanha. Todos nós conhecemos alguém que é inscrito no Cadastro Único”, destacou.

A vice-prefeita Adriane Lopes também falou da importância em levar a campanha às sete regiões da Capital, para que a Prefeitura tenha um mapeamento atual e possa ampliar as políticas de assistência social. “Qualquer benefício requer a atualização do Cadastro Único. O número de pessoas buscando o Cadastro tem aumentado muito, por isso precisamos mapear em quais territórios elas estão distribuídas para melhor atendê-las e buscar políticas sociais para transformação e mudanças desse quadro”, pontuou.

O secretário municipal de Assistência Social, José Mario Antunes, informou que 40% dos beneficiários do Bolsa Família ainda não atualizaram o cadastro, o que totaliza 19 mil famílias que correm o risco de perder o benefício.

“As pessoas em vulnerabilidade são as que mais necessitam dos benefícios. Só de usuários do Bolsa Famílias são mais de 32 mil famílias beneficiárias, por isso precisamos divulgar essas informações. As equipes de nossas unidades estão totalmente empenhadas nisso”, disse.

Parceria

Para reforçar a campanha, a SAS conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que está entregando 30 mil informativos aos alunos das escolas municipais que compõem famílias beneficiárias, garantindo assim maior alcance do público alvo. A entrega dos informativos está sendo realizada pelos diretores das mais de 200 escolas e Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEI’s). No caso dos alunos da Rede Estadual, a entrega é feita por um coordenador estadual do Programa Bolsa Família.

Já a entrega das cartas para os alunos das escolas particulares e federais está sendo feita pelos técnicos do setor do Bolsa Família que fazem parte da Gerência de Informações Gerenciais e Superintendência de Gestão Administrativa e Financeira da Semed.

Outra importante ajuda é da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec), que criou uma consulta on-line no site da prefeitura para que as famílias possam verificar sua situação cadastral.

Dados

De acordo com dados do Ministério da Cidadania, pelo menos 400 mil pessoas estão inscritas no CadÚnico em Campo Grande. Já o número de famílias totaliza 140 mil. No início de 2020 a taxa de atualização cadastral chegou em 83,07%, mas em 2021 esse número caiu para 60,51%, ou seja, cerca de 65 mil famílias estão com o cadastro desatualizado.

Atualmente o município de Campo Grande possui 32.501 famílias beneficiárias do programa Bolsa Família.

Com o aumento de beneficiários nos Cras e Centros de Convivência para atualização do Cadastro, algumas unidades estão realizando agendamentos para evitar aglomerações e garantir o conforto dos usuários. O horário de atendimento nas unidades é das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas. Na Central do Cadastro Único, localizado na SAS, o horário é das 7h30 às 11 horas e das 13 às 17h30. A Central fica na Rua dos Barbosas, 321, Bairro Amambaí.

Em caso de dúvidas, o usuário pode entrar em contato pelo telefone (67) 3314-4482, ramais 6152, 6037 e 6038.

O usuário ainda pode consultar sua situação cadastral pelo link http://www.campogrande.ms.gov.br/sas/consultanis/#resultado_busca