Prefeitura garante continuidade dos cursos de Libras com aulas na modalidade online

Campo Grande, 22/04/2020 às 12:24

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Coordenadoria de Apoio à Pessoa com Deficiência (Caped), subordinada a Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos (SDHU), diante das medidas de prevenção ao contágio da Covid-19, passou a oferecer aulas na modalidade online para os mais de 250 alunos inscritos no curso básico de Libras. Os cursos, que têm duração de três meses , acontecem em diversos bairros da Capital.

“Entendemos a importância de ficar em casa, por esse motivo fazemos os vídeos e enviamos aos alunos para que eles não percam a prática”, explica o subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos, Wellington Kester.

O curso básico de libras tem a carga horária de 60 horas e busca permitir ao aluno a utilização da Língua Brasileira de Sinais em nível básico, possibilitando proferir a comunicação em diversos contextos sociais, ao final do Curso serão entregues os Certificados de Conclusão.

A iniciativa de realizar o curso consiste na compreensão da importância de assegurar à pessoa surda ou com deficiência auditiva o acesso à comunicação, à informação e à educação, refletindo sobre a questão da inclusão e das oportunidades dirigidas a esse grupo. Desta forma, considera a premissa de que todos têm os mesmos direitos para o pleno exercício da cidadania.

Sobre a Libras

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) foi oficialmente reconhecida como a segunda língua oficial no Brasil através da lei nº 10.436 de 2002, e regulamentada pelo decreto 5.626 de 21 de abril de 2005, em 2012, com a LBI – Lei Brasileira de Inclusão e acessibilidade no território nacional. A Libras é um meio de comunicação oficial no Brasil, sendo necessário o respeito e uso para garantir os direitos dos surdos e acessibilidade contidos nos alvarás de funcionamento.