Parceria da Prefeitura com StartUp ajuda jovens a conseguirem primeiro emprego

Foto: Glenda Gabi

Campo Grande, 13/03/2020 às 09:25

O desemprego continua sendo um problema em todo o País. O número de pessoas sem trabalho passa dos 12 milhões e sair dessa situação é um desafio ainda maior se você tem entre 18 e 24 anos. De acordo com estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a taxa de desemprego de forma geral está em 11%, entre os jovens, a estatística sobe para 24% — mais do que o dobro.

Sabendo disso e vendo as dificuldades em se inserir no mercado de trabalho, dentro de casa, o tenente coronel Claudemir Bráz desenvolveu junto com o filho uma plataforma para que jovens procurem jobs em qualquer lugar do mundo. A SturtUp que já está em funcionamento é aberta para qualquer pessoa se cadastrar.

“Meu filho Vinícius fazia faculdade e não tinha tempo de trabalhar. Ele não tinha dinheiro e não queria mais ficar pedindo. Mas como ia ganhar se estudava o dia todo? Ai surgiu a ideia de fazer um aplicativo para ele e os amigos fazerem freelance. Como ele faz arquitetura, ele desenhou o site, levamos para um programador e começou a surgir o projeto. Isso faz três anos”, diz.

O projeto que começou modesto, já tem cerca de 1,2 mil freelancer cadastrados e mais de 130 empresas. Números que devem crescer ainda mais com a parceria firmada com a Subsecretaria de Políticas para a Juventude.

“Essa plataforma traz para o jovem muitas possibilidades e é para isso que a Subsecretaria de Políticas para a Juventude vem trabalhando. Com a divulgação deste trabalho, com esta parceria, queremos que os jovens que passam pelos nossos cursos tenham mais esta oportunidade”, diz o subsecretário de Políticas para a Juventude Maicon Nogueira.

A plataforma, que está tanto em site, quanto em aplicativo Android, funciona como um banco de dados que reúne empresas que estão ofertando trabalhos e jovens que buscam estas oportunidades. Tudo é feito pela internet, inclusive, a entrega dos jobs.

“Além de não ter fronteira, porque é tudo online, a estagiPRO certifica o aluno pelas horas prestadas como estágios para as empresas. Estamos buscando parcerias com as Universidades para que esses certificados sejam aceitos como hora extra curricular. Fizemos parceria com a UEMS, já está em fase de documentação. Então o aluno pode apresentar este documento no banco escolar”, salienta o tenente coronel Claudemir Bráz.

Mas a grande vantagem é a possibilidade de conseguir o primeiro emprego, sem as terríveis entrevistas, que deixam tantos jovens apavorados, já que as empresas vão avaliar suas competências pelo currículo que foi anexado ao banco de dados. Outro fator importante, é que além de ser uma ferramenta para qualquer profissional que queira fazer o trabalho em home office, também facilita a busca para estudantes que buscam oportunidades.

“O jovem vai anexar o currículo e procurar as vagas que interessam. Ai ele terá oportunidade de fazer o trabalho para qualquer empresa cadastrada. O importante é fazer um currículo bem feito, mostrando suas competências”, acrescenta Claudemir Bráz.

O cadastro para os freelancers é gratuito e a parceria com a Subjuv consiste na cedência da plataforma, sem custo algum para o Município.