Decreto fixa regras para atividades religiosas que poderão ser retomadas na segunda-feira nas igrejas

Campo Grande, 26/03/2020 às 19:27

O prefeito Marquinho Trad assinou o decreto 14.219, com validade a partir de segunda-feira, 30, que autoriza a realização de atividades religiosas dentro das igrejas, que poderão ser realizadas entre 6 da manhã e às 18h30, em Campo Grande. Cultos, missas e outras manifestações estavam  vetadas como parte da estratégia para evitar aglomerações e a disseminação do novo coronavírus (COVID-19).

As instituições terão de cumprir uma série de normas, desde a higienização, restrição do acesso  a pessoa do grupo de risco, além da ocupação ser limitada a uma pessoa por metro quadro no espaço de uso público, com distanciamento mínimo de 1,5 metro entre um e outro frequentador.

O decreto proíbe a participação nas manifestações religiosas dentro das igrejas de pessoas que se enquadrem nos grupos de maior risco ao novo coronavírus (COVID-19);  portadores de doenças cardiovasculares ou pulmonares; tenham imunodeficiência de qualquer espécie; transplantados; maiores de 60 anos e  gestantes.

Para receber os fiéis, as igrejas  terão de ser higienizadas, antes e depois de cada utilização; oferecer de forma o permanente produtos para higienização das mãos, com água e sabão e, se possível, álcool 70º;  se possível, realizar a aferição de temperatura corporal na entrada do estabelecimento, mediante utilização de termômetro infravermelho. Deve ser barrada a entrada daqueles que estiverem em estado febril.  Será obrigatório manter os locais arejados, com todas as janelas e portas abertas, além da fixação de cartazes informativos e educativos para prevenção da disseminação do novo coronavírus (COVID-19).