Competições de atletismo dos Jeres reúnem 300 alunos da Reme

Campo Grande, 23/09/2019 às 15:00

Promover um intercâmbio social e esportivo entre as unidades de ensino da Rede Municipal de Ensino (Reme), revelando novos talentos e incentivar os participantes a progredirem na modalidade são os objetivos das competições de atletismo que aconteceram no último sábado (21), no Centro Olímpico da Vila Nasser e que contou com a presença da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, do chefe da Divisão de Esporte, Arte e Cultura da Reme, Marcos Antônio Lopes e do superintendente de Gestão de Pessoas, Riverton de Souza.

O evento foi organizado pela Superintendência de Políticas Educacionais, por meio da  Deac (Divisão de Esporte, Arte e Cultura) e, ao todo, reuniu 300 alunos de 25 escolas que participaram das provas de 60, 150 e 800 metros, revezamento  4 por 60, salto em distância, salto em altura, arremesso de peso, lançamento de disco e lançamento de dardo.

A proposta dos Jeres também é valorizar o trabalho realizado pelos professores por meio do projeto esportivo, que este ano atende 94 escolas e 25 EMEIs, com 19 modalidades.

Por meio de aulas extracurriculares, os projetos desenvolvidos pela Divisão de Esporte, Arte e Cultura acontecem no contraturno escolar e possuem diferentes modalidades esportivas coletivas e individuais, como judô, badminton – novidade implantada este ano nos Jeres, futsal, vôlei, basquete, ginástica artística e rítmica, capoeira e xadrez.

Incentivado pela família e pelo professor da modalidade, o aluno Bruno Ferreira de Oliveira, estudante do 7º ano na escola “Elizio Ramirez Vieira” começou a treinar salto em distância há poucos dias e logo em sua primeira competição conseguiu saltar quase cinco metros.. Apesar de também mostrar interesse pelos dardos, é no salto em distância que Bruno pretende atingir o nível profissional. “No começo achei difícil acertar o passo e não pisar na marcação, mas agora não erro mais. Estou fazendo novos amigos e me relacionando melhor mais. Treino todos os dias e quero me tornar profissional”, afirmou.