Com economia de R$ 1,6 milhão, prefeitura inicia entrega de kits escolares

Campo Grande, 26/05/2017 às 15:22

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou nesta sexta-feira (26) a entrega dos kits escolares para os alunos das escolas da Rede Municipal de Educação.  A entrega simbólica aconteceu em duas escolas.

MAG_5775A primeira unidade a receber os kits foi a Escola Consulesa Margarida Macksoud Trad, no bairro Estrela Dalva. Na ocasião também foram entregues kits para alunos das escolas Elpídio Reis, Professor Virgílio Alves de Campos e Professor Vanderlei Rosa de Oliveira. Em seguida, os kits foram entregues na Escola Municipal Senador Rachid Saldanha Derzi, no Jardim Noroeste, onde também receberam kits os alunos da escola Ione Catarina Gianotti Igydio.

“A maneira a qual assumimos a administração pública não permitiu que essa entrega acontecesse como gostaríamos. Estamos enfrentando essas dificuldades com coragem e empenhados na busca de equilibrar a máquina pública. Sabemos que a sociedade entende tudo o que estamos passando e, por isso, está nos dando esse voto de confiança, na certeza de que juntos, vamos avançar para que tudo volte a sua normalidade”, declarou o prefeito Marquinhos Trad.

MAG_5724O presidente da Associação de Pais e Mestres da Escola Municipal Consulesa Margarida Macksoud Trad, Paulo José Dietrich, disse que houve, por parte dos pais e responsáveis pelos estudantes daquela unidade, a compreensão de que este é um ano atípico.

“É evidente que um prefeito não consegue assumir a cadeira em janeiro, depois de quatro anos com a cidade retrocedendo, e fazer tudo acontecer de uma vez. Estamos esperançosos de que tudo vai caminhar melhor, pois já estamos vendo ações positivas na cidade, muito embora saibamos que além da falta de recursos, existe um déficit da prefeitura, que essa nova gestão precisará cobrir. O mais importante agora é ver tudo voltar a normalidade. Não houve prejuízos para os alunos neste período e é isso que importa”, relatou Paulo.

A secretária municipal de Educação, Ilza Matheus, anunciou que a licitação para a compra do material escolar e uniformes para o ano letivo de 2018 será feita ainda este ano. “Isso vai garantir que os nossos alunos comecem o ano com seus materiais e uniformes. Sabemos da importância que essas ferramentas têm para os estudantes, principalmente no sentido de suprir uma necessidade de muitas famílias ,que não têm condições de adquirir o material básico necessário para o aprendizado do estudante”, disse.

A prefeitura realizou a compra dos materiais por adesão a ata de registro de preços do Fundo Nacional Para o Desenvolvimento da Educação (FNDE). O custo total da compra soma R$ 3.000.499,00, registrando economia de R$ 1,6 milhão, se comparado a do ano passado, de R$ 4.623.651,12 de gastos com os kits.

No kit do 6º ao 9º ano serão fornecidos apontador, borracha, caderno de desenho de 96 folhas, caderno universitário de 200 folhas, caneta esferográfica preta e vermelha, esquadro de 45º e 60º, lápis grafite, caixa de lápis de cor de 12 unidades, régua, tesoura sem ponta e transferidor de 180º.

Já o kit da EJA é formado por apontador, borracha, caderno de desenho de 96 folhas, caderno universitário de 200 folhas, caneta esferográfica preta e vermelha, régua e lápis grafite.

A entrega será realizada através de 11 rotas, obedecendo uma logística programada de acordo com cada região da Capital. Com essa sequência a Semed pretende oferecer mais agilidade e dinamismo.

A Semed ainda aguarda a entrega dos kits do 1º ao 5º ano e para a Educação Infantil, que, juntos, são formados por agenda escolar, apontador, borracha, caderno de desenho, caderno brochura, giz de cera, caderno universitário, canetinha hidrográfica, lápis grafite, lápis de cor, pincel, massa para modelar, tesoura, canetas esferográficas (azul, preta e vermelha), tinta guache, cola branca, régua, esquadro de 45º e 60º e transferidor. No total, foram comprados 103 mil kits.