Com alto índice de infestação, Iracy Coelho recebe força-tarefa do “Cidade Limpa”

Campo Grande, 17/11/2020 às 14:21

Primeiro bairro a receber as ações do programa “Cidade Limpa” no segundo semestre do ano, o Bairro Iracy Coelho tem um alto índice de infestação predial do mosquito Aedes aegypti. A ação acontece com o objetivo de eliminar todos os depósitos que possam virar criadouros do mosquito nos quintais das residências do bairro. 

A força tarefa estará por sete dias no bairro, durante esse período os agentes comunitários de endemias passarão pelas residências para realizar vistoria nos terrenos dos moradores. Nos casos em que é possível fazer o descarte dos materiais através da coleta de resíduos, assim será feito. 

“Quando houver uma quantidade muito grande de lixo e material que pode ser criadouro do mosquito, serão acionadas as equipes da Sisep que irão com um caminhão recolher esses depósitos e, assim, dar o destino adequado a eles”, explica o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho. 

Segundo o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), o bairro é o que tem a maior infestação de mosquitos na capital, havendo criadouros com larvas em 5,4% dos imóveis vistoriados pelas equipes. Em segundo lugar está o Tiradentes, que será foco da próxima etapa da força-tarefa a partir de quinta-feira da próxima semana. 

Diferentemente das ações acontecidas no início do ano, dessa vez não haverá um ponto de coleta para descarte dos materiais. “Estamos estudando qual a melhor forma de fazer essas ações, e por enquanto, para evitar aglomerações, acreditamos que é mais eficiente não ter o ecoponto, contudo essa é uma decisão que ainda pode ser revertida conforme a necessidade”, conclui o secretário. 

Ações em imóveis críticos 

Durante a semana também estão sendo feitas diversas ações em imóveis considerados críticos pelo serviço de controle a endemias vetoriais. “Esses locais, em sua maioria, são habitados por acumuladores, então há muito material a ser descartado, mas que eles pegam até das ruas e levam para seus terrenos”, explica Veruska Lahdo, superintendente de Vigilância em Saúde. 

A programação começou ontem (16), quando foram retiradas duas toneladas de materiais inservíveis de um imóvel no Jardim Batistão. Nesta terça (17) foi feita a ação no Bairro Iracy Coelho, onde estão as equipes do “Cidade Limpa”, onde foi descartada a mesma quantidade de material.