Clubes voltam a funcionar com regras de biossegurança e controle de atividades esportivas

Campo Grande, 24/04/2020 às 07:30

Os principais clubes de atividades sociais, recreativas e esportivas, estão autorizados a reabrir suas sedes para os sócios e convidados, mas terão de seguir regras de biossegurança, controle de acesso, reforço da higienização e vedação de atividades recreativas. A lotação está limitada a 30% da capacidade e continuam proibidas atividades recreativas e competições esportivas, especialmente futebol.

A definição saiu de uma reunião nessa quinta-feira (23), do secretário municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana, Luís Eduardo Costa e os dirigentes do Rádio Clube; Estoril; Associação Atlética Banco do Brasil; Associação Nipo Brasileiro e Tênis Clube.

Segundo o secretário, os clubes terão de seguir as normas estabelecidas para as academias e os profissionais de educação física. Onde houver atividade física, os professores terão de orientar os praticantes a manter distância mínima de 5 metros entre os praticantes, com uma área de 20m² para cada um.

Os aparelhos serão usados de forma individual, com higienização antes e no final do treino, disponibilizar álcool em gel 70% e toalha descartável. Foi recomendado que não seja permitido o acesso de pessoas do grupo de risco ao Covid-19 (idosos, hipertensos, gestantes e portadores de comorbidades).

Está liberado o uso das piscinas, exceto uso recreativo; os restaurantes poderão funcionar, desde que mantida a distância mínima de 2 metros entre as mesas e serviço a la carte. Os salões terão de ficar arejados e com boa ventilação. Também serão reabertas as escolinhas, já que o treinamento é individualizado, cabendo ao professor manter o distanciamento entre os atletas. Poderá ainda haver danças de salão desde que fique comprovado serem da mesma família (o marido e a mulher, os filhos, irmãos).