Casa da Mulher Brasileira está funcionando normalmente durante quarentena

Campo Grande, 25/03/2020 às 08:00

Para enfrentar o COVID-19 e restringir o fluxo de pessoas e o afastamento social na Capital sul-mato-grossense, a Prefeitura de Campo Grande tomou diversas medidas como toque de recolher, restrição no funcionamento do comércio, suspensão dos serviços de transporte coletivo urbano, entre outros, porém, cabe destacar que a Casa da Mulher Brasileira mantem seu funcionamento 24 horas por dia, todos os dias.

Desde a sexta-feira (20) até o dia 23, às 7h, foram registrados 43 boletins de ocorrência, sinalizando que a violência familiar continua ocorrendo na Capital.

A subsecretária de Políticas para a Mulher, Carla Stephani, ressalta que o atendimento da Casa é fundamental e essencial às mulheres, por isso não pode parar. “Entendemos a importância e necessidade do distanciamento social para conter a disseminação do coronavírus, porém, diariamente novos registros estão sendo realizados. Além disso, a ONU Mulheres tem nos alertado que nesse período de reclusão, onde as famílias são obrigadas a passarem mais tempo juntas, pode aumentar o risco de violência doméstica e familiar, razão pela qual os serviços tem que estarem acessíveis às mulheres. Nossa decisão é manter o atendimento a qualquer mulher que se dirija à Casa em sua totalidade de serviços, como a recepção, o psicossocial, o alojamento de passagem, a Patrulha Maria da Penha, Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e os demais que lá estão”.

A Casa da Mulher Brasileira está localizada na rua Brasília S/N, Jardim Imá, próximo ao Aeroporto de Campo Grande.