Campo Grande inaugura primeira arena pública de grama sintética no Parque Tarsila do Amaral

Campo Grande, 19/10/2021 às 22:42

A Prefeitura de Campo Grande, com apoio e parceria do Governo do Estado, através da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), inaugurou nesta terça-feira (19), a primeira arena pública de grama sintética, no Parque Tarsila do Amaral e assinou o termo de convênio destinando mais de R$ 16 milhões para o desenvolvimento do esporte e lazer no município.

O investimento é implantado pelo programa MS + Esporte, que tem objetivo de oportunizar o acesso à atividade física especialmente de crianças e jovens, incluindo o lançamento de obras de reforma e construção de ginásios, instalações e complexos esportivos; divulgação de novos programas e projetos; abertura de editais de fomento a clubes e federações; ampliação dos programas Bolsa Atleta e Bolsa Técnico, além do anúncio de grandes eventos esportivos de nível nacional, que serão sediados no estado ainda neste ano e em 2022.

O prefeito Marquinhos Trad acompanhou a assinatura dos termos que irão modernizar as unidades em Campo Grande. “É mais uma parceria entre estado e município. É a soma esforços de maneira responsável e transparente que eleva cada vez mais a oportunidade para aqueles que praticam esportes”, disse.

Dentre as revitalizações também estão incluídas as obras no Estádio Universitário Pedro Pedrossian, o Morenão, com investimento de R$ 9,5 milhões. Outras grandes obras, que devem começar em breve, será a implantação da piscina olímpica pública no Parque Ayrton Senna, de R$ 3,2 milhões, e a tão esperada pista de skate nas Moreninhas, com R$ 1 milhão.

Conforme o governador Reinaldo Azambuja, além do pacote de obras, o programa irá contemplar a valorização de atletas amadores e de alto nível da nossa terra.

As obras no Parque Tarsila do Amaral continuam, com as arquibancadas e instalação de LED em fase de construção. O módulo esportivo terá quadras de esporte com grama sintética, com uma área de 25×50,5 metros, e outra para basquete, que mede 25×43 metros, além da infraestrutura ainda mais moderna, a quadra de gramado contará com drenagem de águas superficiais no entorno da área e equipamentos de iluminação.

“Toda vez que a gente faz investimento na política pública do esporte é um avanço para todas as áreas, na saúde, educação e segurança. Eu tenho certeza que esse investimento, o maior da história de Mato Grosso do Sul, colocará Campo Grande no calendário de grandes eventos nacionais, como a Liga das Nações, Campeonato de Ginástica Artística”, comemorou o diretor-presidente da Funesp, Claudinho Serra.

Para o Fundação Estadual do Esporte (Fundesporte ), Marcelo Miranda, o MS + Esporte irá envolver todos os segmentos esportivos no Estado. “Há preocupação com os atletas olímpicos, que são verdadeiros heróis, há ajuda às federações e clubes, compra e aquisição de materiais esportivos e a formação de novos atletas. A bolsa garantirá que nosso Estado continue se destacando no esporte e conquiste novas medalhas em Olimpíadas”, finaliza.