Assistência Social, saúde e educação realizam capacitação para gestores do Bolsa Família

Campo Grande, 13/11/2019 às 14:39

Na perspectiva de melhorar o atendimento da população beneficiária do Programa Bolsa Família, o Comitê Intersetorial iniciou na manhã de hoje (13), na Semed (Secretaria Municipal de Educação), o 2º Ciclo do Colóquio Intersetorial 2019/2020, na Região Prosa, com o objetivo de instrumentalizar os trabalhadores abordando a importância do trabalho da rede, visando a o aprimoramento e integralidade dos servidores da Rede responsáveis pela execução do Programa.

WhatsApp Image 2019-11-13 at 13.22.43O Superintendente de Gestão Administrativa, Financeira e de Convênios da SEMED, Walter Pereira, que no ato representou a Secretaria Municipal de Educação, Elza Fernandes, recepcionou os servidores, elencando a parceria nos atendimentos à população.

“Na Semed temos uma equipe especifica que administra o Programa Bolsa Família. Tenho certeza que essa parceria irá ajudar a melhorar a qualidade de atendimento a população”.

O Colóquio é realizado em parceria com as Secretarias de Saúde e Educação. Os profissionais envolvidos com os beneficiários do Programa Bolsa Família devem trabalhar integrados para garantir a qualidade do acompanhamento, com vistas a atingir a finalidade proposta nas diretrizes do programa. Deste modo o encontro trata de temas relevantes, como a responsabilidade de cada área e a articulação na gestão do Programa.

WhatsApp Image 2019-11-13 at 13.22.54O Secretário de Assistência Social, José Mário, falou sobre a importância do momento visando a intersetorialidade do trabalho. “É muito importante caminharmos juntos, não tem como ser diferente. Nós não podemos só falar de uma secretaria, precisamos fazer a nossa parte. Nosso comprometimento de criar um grupo é para resolver os problemas que foram propostos, já que não é de um ou outro, é do município, é de todos. E temos que abraçar e resolver as questões sociais da nossa cidade, e falarmos a mesma língua, trabalhando de forma sincronizada”.

Nos anos de 2018 e 2019, aconteceram sete encontros nas macrorregiões, com mais de 350 servidores das áreas de educação, saúde e assistência social, levando, teoricamente, informações e orientações acerca do Programa e seu funcionamento. Nesta etapa o Comitê pretende identificar as necessidades de cada área, dos beneficiários, de todos os atores envolvidos e fomentar a troca de experiências, criando assim uma rede colaborativa para a gestão do Programa Bolsa Família no território.

A responsável pela coordenação do Programa Bolsa Família, Delfina Melgarejo, chefe da Gerência de Informações Gerenciais – GIG da Semed, explicou como funciona o trabalho na Secretaria de Educação e a importância do colóquio para as pastas administrativas.

“O papel da Semed é realizar o acompanhamento da frequência escolar dos alunos beneficiários. Sendo, esta uma das condicionalidades do Programa. Assim, o Colóquio representa o quão é importante a ação em conjunto que a SAS promove à Saúde e Educação.”

Bolsa Família

O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único.

O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.