Assinados contratos de obras para controle de enchente na Assaf Trad e no Jardim Paradiso

Foto: Karine Matos

Campo Grande, 19/05/2020 às 14:59

A edição desta terça-feira (19), do Diário Oficial do Município trouxe os extratos dos contratos firmados pela Prefeitura de Campo Grande com as empreiteiras que venceram a licitação  e vão executar obras de drenagem e controle de enchentes na Avenida Cônsul Assaf Trad, altura do terminal Nova Bahia e no Jardim Paradiso. Nas duas obras serão investidos R$ 8,9 milhões, saldo de recurso do PAC Pavimentação, complexos Atlântico Sul Etapa C e Sírio Libanês, além de contrapartida da Prefeitura e Governo do Estado.

Na região do Jardim Morada do Sossego (que integra o Complexo Atlântico Sul),  a obra está orçada em R$ 3,9 milhões, prevê a implantação de 1,056 km de drenagem, 2,1 km de recapeamento. Receberá asfalto novo a pista centro do bairro da Avenida Cônsul Assaf Trad, trecho a Rua Marques de Herval e a  Rua Jacinto Máximo. Será asfalto um trecho de 863  do prolongamento da terceira pista da Avenida Assaf que já foi pavimentada desde o Bairro Nova Lima..

A drenagem atravessará a Avenida Consul Assaf Trad para se conectar com a tubulação já existente e captar a enxurrada que desce do Residencial Abaeté. Em outra etapa do projeto já foi implantado um sistema de captação de águas pluviais no Morada do Sossego, que fica na margem esquerda (sentido centro) da Assaf.  Com a conexão das tubulações, será eliminado um ponto de alagamento perto do Terminal Nova Bahia. Hoje a  a enxurrada que desce do Residencial Abaeté fica empoçada na pista centro/bairro da Assaf Trad. Por causa do canteiro central da avenida, a água da chuva acaba represada. 9 milhões.

Já com recursos do Complexo Sírio-Libanês,  R$ 4,9 milhões, está prevista a implantação de 881 metros de drenagem, 5,8 km de recapeamento e 1 km de pavimentação. Estão programadas obras de drenagem e controle de enchentes no Jardim Paradiso, que fica na margem esquerda (sentido centro-bairro) da Avenida Tamandaré.

Será implantada uma rede de drenagem para escoamento das águas pluviais  até o Córrego Frutuoso (afluente do Segredo) que atravessa a Tamandaré. Receberá drenagem e pavimentação a Rua Três Marias que captará a enxurrada que desce de um bairro vizinho, o Nossa Senhora das Graças.

Quando chove forte, toda esta enxurrada pressiona a drenagem de um bairro vizinho, o Jardim Paradiso, arrancando  a pavimentação de ruas como Ângela Abdulahad e Carlinda  de Almeida Lemos. Também estão programadas intervenções nas ruas Lindóia, Monte Azul, Itabira; Benedito Terra, Rosário Congro, Bonança e  General Benedito Xavier.

O projeto prevê  a execução de 5,8 km de recapeamento, abrangendo a Avenida Florestal e a Rua Bacabal, acessos ao conjunto habitacional Coophatralho, além da  Avenida Julio Maksoud, no Bairro Monte Castelo.