Ao lado de casa, itinerante é oportunidade para colocar a vacina em dia e atrair quem estava com receio de tomar a 1ª dose

Campo Grande, 01/12/2021 às 09:11

Estratégia estabelecida para ampliar e facilitar o acesso da população a vacina contra a Covid-19 em Campo Grande, as ações itinerantes têm atraído os “esquecidinhos” e até mesmo aqueles que estavam com receio de tomar a primeira dose. Na ação realizada  na Vila Popular ontem, mais de 300 pessoas foram vacinadas, sendo a grande maioria com a dose de reforço, porém, mesmo sendo um quantitativo menor, o número de pessoas que não haviam tomada sequer a primeira dose chama a atenção. Ao todo, 374 pessoas foram vacinadas, sendo 71 com a primeira dose, 73 com a segunda e 230 com a terceira dose.

As alegações são inúmeras, desde a falta de tempo até o receio de possíveis reações adversas. Estima-se que aproximadamente 35,3 mil pessoas acima de 12 anos ainda não tomaram sequer a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na Capital. Outras 60,8 mil estão com a segunda dose em atraso e 24,2 mil já poderiam ter tomado à dose de reforço.

A dona de casa, Marluce Ferreira, 42 anos, estava na lista dos “atrasados” e aproveitou a oportunidade para colocar a vacina em dia.
“Eu fui deixando pra depois e acabei nem lembrando. Eu fiquei sabendo que teria este ponto aqui pertinho de casa e resolvi aproveitar para tomar a minha segunda dose”, dizer.

Apesar de, proporcionalmente, o número de pessoas não vacinadas ou que estão com a dose em atraso ser baixo, o prefeito Marquinhos Trad fez um apelo à população durante reunião ocorrida ontem para definir novas medidas para conter um possível aumento no número de casos da doença e a circulação de novas variantes no Município.

“Essa situação nos preocupa, porque a redução no número de casos, internações e óbitos provocados pela doença em nosso Município, mostram o quanto à vacina é eficaz. Por isso reforçamos a importância daqueles que ainda não tomaram a vacina ou estão com a segunda ou terceira dose em atraso, que compareça a um ponto de imunização e regularize sua situação vacinal”, concluí.

O prefeito lembrou que o Município mantém mais de 40 locais de vacinação abertos, incluindo dois drives, e ainda realiza as ações itinerantes.

Vacinação

Desde o dia 19 de janeiro, início da vacinação emergencial contra a Covid-19, cerca de 660 mil pessoas foram vacinadas com a primeira dose, o equivalente a 72,91% de toda a população campo-grandense, estimada em 906 mil, conforme dados parciais do “Vacinômetro”. Destas, 615 mil pessoas tomaram as duas doses ou dose única e estão completamente imunizados, o que representa uma cobertura de 67.93%. Até o momento, 152,4 mil pessoas foram vacinadas com a dose de reforço (terceira dose) na Capital. Aproximadamente 1,4 milhão de doses de vacinas contra a doença já foram aplicadas no Município.

Busca ativa

Além de manter o calendário aberto, o Município tem realizado um trabalho de busca ativa com auxílio da Atenção Primária e da tecnologia para identificar os não vacinados ou aqueles que estão com a dose em atraso. Diariamente, mais de 2 mil mensagens de texto são disparadas para as pessoas identificadas no sistema de vacinação que se enquadram em uma destas condições.

O secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, reforça que a vacinação, associada as chamadas medidas não farmacológicas, como uso de máscara, distanciamento social e higienização adequada das mãos, é a única forma de contar o avanço de novas variantes, como a Ômicron, que deixou o mundo em alerta e já teve casos confirmados no Brasil.

“Por isso é importante que as pessoas não deixem de se vacinar. A estabilização dos casos, internações e óbitos é resultado da nova ampla cobertura vacinal. Porém, não sabemos ainda como é o comportamento desta nova variante e os riscos, principalmente para quem ainda não tomou se quer uma dose da vacina”, finaliza.

Itinerante

Na quinta-feira (02), as equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) estarão, das 08h às 16h,no CRAS Valéria Lopes da Silva Vila Popular, localizado na Rua Marçal de Souza, 25 – Vila Popular.

Na sexta-feira (03), a ação acontece no mesmo horário,  no Memorial da Cultura Indígena Cacique Enir Terena, localizado na Rua Galdino Pataxó, 131, na aldeia urbana Marçal de Souza, no Bairro Tiradentes. O atendimento acontece por ordem de chegada e seguindo o calendário estabelecido pela Sesau.