Agetran reforça cuidado no trânsito durante a Semana Nacional do Trânsito

Campo Grande, 20/09/2021 às 12:00

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Trânsito (Agetran), participou da abertura oficial da Semana Nacional do Trânsito, que este ano tem como tema: “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”. A ação aconteceu na manhã desta segunda-feira (20) em frente à escola Municipal de Educação Infantil Eleodes Estevan, cruzamento da Rua 25 de Dezembro com Avenida Afonso Pena, e reuniu diversas instituições que compõe o Gabinete de Gestão Integrada do Vida no Trânsito (GGIT), voltadas para a segurança viária.

O diretor-presidente da Agetran, Janine Bruno, informou que a Semana Nacional do Trânsito tem o objetivo de reforçar o cuidado na circulação pelas as vias e chamar a atenção dos motoristas para o limite da velocidade no trânsito.  “Nosso trabalho de sensibilização da sociedade é de janeiro a janeiro, porém durante essa Semana nós  intensificamos esse trabalho para chamar a atenção da população que sua responsabilidade salva vidas. É fundamental respeitar as normas de trânsito, principalmente o  fator velocidade porque um dos grande problemas hoje em Campo Grande é circular acima da velocidade permitida, já que aumentam muito as chances de causar acidentes”, reforça o diretor-presidente.

Ivanise Rotta, chefe de Educação da Agetran, explica que a Agência desenvolveu várias ações pontuais para serem realizadas durante a semana. “Vamos reforçar o cuidado e atenção no trânsito nas mídias digitais, palestras e abordagem aos estudantes e aos pais na saída das escolas através de musicalização e uma abordagem à distância, intensificar as fiscalizações e algumas intervenções de engenharia. Além disso, fizemos 10 mil unidades da revista Coquetel, junto ao Detran, para trabalhar a questão da educação no trânsito e estão sendo distribuídas nas Universidades”.

O Gabinete de Gestão integrada do Vida no Trânsito (GGIT) reúne órgãos que trabalham de maneira intersetorial e tem como objetivo desenvolver ações para preservar a vida no trânsito. Segundo dados do GGIT, em 2021 dos 61 óbitos 41 eram motociclistas e jovens e a velocidade continua sendo o principal fator de risco já que transitar acima da velocidade permitida aumenta muito as chances do motorista sofrer um sinistro no trânsito.