Dúvidas: O que pode ou não com o novo decreto