Servidores recebem orientações sobre Manual de Boas Práticas de Armazenamento e Distribuição de Produtos da Divisão de Almoxarifado

WhatsApp Image 2019-08-08 at 15.14.40 (2)

Campo Grande, 09/08/2019 às 13:10

Servidores do Almoxarifado Central da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) participaram nesta quinta-feira (09) de palestra de capacitação  sobre o “Manual de Boas Práticas de Armazenamento e Distribuição de Produtos da Divisão de Almoxarifado”, publicado em junho deste ano, com o objetivo de facilitar o processo de trabalho e padronizar os procedimentos, garantindo qualidade e eficiência do serviço.  A apresentação do documento foi feita pelo enfermeiro  Neilton Stradiotto.

 

O manual explica, divulga e documenta o Sistema de Gestão da Qualidade da Divisão de Almoxarifado, de acordo com as normativas previstas pelo Ministério da Saúde, com o propósito de estruturar os requisitos de qualidade.

O objetivo deste Sistema tem como base as seguintes diretrizes a serem seguidas para a caracterização e consolidação da qualidade no armazenamento e na distribuição de produtos para saúde: Satisfação das necessidades da Rede Municipal de Saúde; Conformidade dos processos e do sistema de gestão da qualidade para o Sistema Único de Saúde (SUS).

O documento esclarece as competências e as obrigações de cada setor dentro do Almoxarifado/Sesau, permitindo a realização de treinamentos internos, auditorias, manuseio, armazenamento, distribuição e instalação dos produtos.

No Almoxarifado/Sesau são recebidos diversos produtos que a Secretaria adquire por meio de processos licitatórios e repasses ministeriais, como aparelhos de ar-condicionado, cadeiras, poltronas, carro maca, mesa para exame, balança eletrônica digital adulto e pediátrica, berço hospitalar, maca retrátil, laringoscópio, entre outros. Após o recebimento, o setor preciso identificar as necessidades das unidades de saúde, fazer o transporte e a instalação destes equipamentos.

O setor controla a distribuição de produtos, a fim de assegurar que eles sejam expedidos de forma correta e eficaz, além de mantém ainda registros de distribuição que incluem ou fazem referência ao pedido das Unidades da Rede Municipal de Saúde: Nome da Unidade de Saúde; Identificação e quantidade de Produtos; Número e validade do “lote” utilizado para rastreabilidade.

Rede Municipal de Sites e Serviços On-line de Campo Grande MS

http://www.campogrande.ms.gov.br/