Atualização de casos suspeitos de Coronavírus (COVID-19) em Campo Grande – Informe 06/03/2020

Campo Grande, 06/03/2020 às 14:03

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que entre os dias 26/02/2020 até o dia 06/03/2020 às 10:00 foram notificados 17 casos suspeitos de COVID-19 no município de Campo Grande/MS. Os casos foram considerados suspeitos de acordo com a classificação do Ministério da Saúde.

Dos 17 casos suspeitos, 03(três) já foram descartados devido resultado positivo para Influenza A(H1N1) e 01 (um) caso foi excluído por não seguir os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Neste momento estão sendo investigados 07(sete) casos suspeitos no município de Campo Grande. A idade dos pacientes variam entre 15 e 65 anos.

Entre os sintomas apresentados citamos febre, tosse, coriza e dor no corpo. Dos casos em investigação, 03(três) apresentam alguma patologia de base, 04(quatro) com história de viagem para Itália, 02 (dois) com história de viagem para Coréia do Sul, 01 (um) com história de viagem para Estado Unidos.

No que se refere ao local de atendimento, 03 (três) foram atendidos em unidade básica e UPA do município e 04 (quatro) atendidos em unidades hospitalares. Neste momento não há nenhum caso hospitalizado no município de Campo Grande/MS, sendo que todos os casos suspeitos se encontram em isolamento domiciliar.

Todas as medidas de precaução, prevenção e controle estão sendo tomadas e uma equipe técnica especializada vem acompanhando os casos. As amostras com resultado negativo no LACEN-MS para Influenza e outros vírus respiratórios comuns seguem o fluxo para o laboratório de referência em São Paulo/Instituto Adolfo Lutz (IAL).

Além dos atendimentos por equipe técnica especializada, também foram elaboradas notas técnicas sobre as ações a serem adotadas em caso de surgimento de pessoas com os sintomas da doença e de como proceder com a coleta de amostras para exames, assim como a elaboração do plano de contingência municipal para enfrentamento do COVID-19, elaboração de material educativo bem como sua ampla divulgação por meio de redes sociais.

Esta secretaria vem realizando reuniões, visando fortalecer o fluxo de atendimento de novos casos suspeitos por este agravo. Realizada, na última segunda-feira (02), capacitação com profissionais dos núcleos de vigilância epidemiológica hospitalar, CCIH (Comissão de Controle de Infecção Hospitalar) e representantes dos distritos sanitários.

Dados atualizados em 06/03/2020 às 10:30