Divisão de Educação e Diversidade – DED

Magali Luzio Ferreira

Chefe da DED – Divisão de Educação e Diversidade

Telefone: (67)2020-3850/ 2020-3851

E-mail: ded.diversidade1@gmail.com

  • compete:
  • elaborar, implantar, implementar e avaliar a política do ensino fundamental, médio e educação profissional nas escolas do campo da REME;
  • acompanhar a implementação do referencial curricular do ensino fundamental nas diferentes modalidades de ensino, vinculando às questões inerentes à realidade da educação do campo, da educação de jovens e adultos e das relações étnico-raciais e de gênero da REME;
  • coordenar e acompanhar a implantação do documento norteador da Educação de Jovens e Adultos/EJA;
  • acompanhar o cumprimento das Leis n. 10.639/2003, 11.645/2008, n. 4.854/2010 e 6.116/2018, conforme legislação vigente;
  • implementar ações na comunidade escolar para assegurar a superação do preconceito e as discussões de gênero, etnia e territorialidade;
  • propor projetos e programas que propiciem aos corpos técnico, administrativo, docente e discente das escolas municipais oportunidade para refletir sobre as relações étnico-raciais e estimular a preservação do patrimônio histórico presente nas comunidades;
  • implementar ações que incentivem e valorizem a educação patrimonial;
  • participar de programas e projetos e implementá-los, os quais visem alfabetizar aqueles que não tiveram acesso à escolarização na idade própria;
  • planejar e implementar o processo educativo dos programas e projetos para garantir a eficiência e a eficácia dos resultados;
  • articular com órgãos e instituições educacionais das esferas privada, municipal, estadual e federal, visando ao intercâmbio de informações e à troca de experiências;
  • mobilizar e fortalecer os segmentos das escolas municipais ao exercício pleno da cidadania em sociedade, por meio do Grupo de Educação Afirmativa e Cidadania/GEAC;
  • possibilitar a formação dos profissionais envolvidos na alfabetização de adultos para as especificidades dos programas vinculados ao Governo Federal;
  • elaborar e implementar propostas de ações que favoreçam a construção de uma aprendizagem significativa;
  • implementar ações que assegurem o atendimento às especificidades de aprendizagens de jovens, adultos e idosos, por meio de acesso equitativo à escolarização;
  • elaborar relatórios das atividades desenvolvidas;
  • executar outras atividades correlatas.