Atendimento a Famílias Vulnerabilizadas  

O trabalho com famílias e comunidade do território de abrangência do Centro de Referência de Assistência Social-CRAS pauta-se em uma abordagem psicossocial com ações que visam informar, formar e transformar as suas representações e práticas

Para tanto é necessário conhecer os grupos familiares, identificando suas necessidades e demandas, potencializando sua inclusão na rede de atendimento, encaminhando e acompanhando cada caso.

A ação de acompanhar a família nesse processo exige a integração de dois eixos de ação: assistencial e socioeducativo.

O assistencial refere-se ao apoio efetivo prestado à família e aos seus membros, através da potencialização da rede socioassistencial e do acesso aos serviços básicos a que têm direito.

O socioeducativo está voltado para o trabalho com as famílias – entendidas como sujeitos socioculturais, com suas histórias e projetos – com as quais se desenvolve uma reflexão sobre seu cotidiano e suas diversas formas de organização.