PAC – Programa de Aceleração do Crescimento

Em 2010 foi lançado o Programa de Aceleração do Crescimento, que estabeleceu um conjunto de regras, compromissos de ação e diretrizes de governo, que objetivam um crescimento econômico de 5% ao ano no período 2007/10.

Em 2010 foi lançado o Programa de Aceleração do Crescimento, que estabeleceu um conjunto de regras, compromissos de ação e diretrizes de governo, que objetivam um crescimento econômico de 5% ao ano no período 2007/10.

O Programa está dividido em três eixos de infra-estrutura: logística (rodoviária, ferroviária, portuária, hidroviária e aeroportuária); energética (geração e transmissão de energia elétrica, petróleo, gás natural e energias renováveis) e, social e urbana (Luz para Todos, saneamento, habitação, metrôs, recursos hídricos).
Foram eleitas para atendimento 12 Regiões Metropolitanas , as capitais e os municípios com mais de 150 mil habitantes.

As diretrizes gerais para seleção dos projetos do PAC para urbanização de favelas foram:

– projetos de grande porte com impacto na articulação e integração do território;
– recuperação ambiental;
– eliminação de gargalos da infra-estrutura logística (ocupações em áreas de aeroportos, portos e ferrovias);
– prevenção/mitigação do impacto de grandes instalações de infra-estrutura nacional;
– complementação de obras já iniciadas.

Após dois meses de reuniões foram selecionadas 192 propostas, beneficiando 157 municípios.
Em Campo Grande, o PAC I teve recursos aplicados na construção de 574 unidades habitacionais, com o reassentamento de famílias provenientes das áreas de fundo de vale dos Córregos Segredo, Lagoa e Cabaça.

Rede Municipal de Sites e Serviços On-line de Campo Grande MS

http://www.campogrande.ms.gov.br/