Prefeitura se reuniu com representantes dos comércios para buscar medidas de flexibilização

Campo Grande, 25/03/2020 às 17:50

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, se reuniu na tarde desta quarta-feira (25) com representantes do comércio, Ministério Público do Trabalho e Consórcio Guaicurus, para discutir sobre as ações de retomada do atacado e do varejo.

O prefeito relatou que as medidas, até então tomadas, foram necessárias e com apoio da sociedade, o pico de contaminação está estabilizado.

Representantes da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) levantaram a questão sobre um possível colapso da economia e pediram flexibilização dos decretos.

“O prefeito se mostrou sensível, e nos ouviu. Tenho certeza que o próximo encontro levaremos soluções para os comerciantes”, relatou Roberto T. Oshiro Júnior, representante da ACICG.

Já Cândice Gabriela Arosio, do Ministério Público do Trabalho (MPT), informou que o Ministério está à disposição para intermediar os diálogos entre os trabalhadores e os comerciantes.

“Estamos aqui para encontrar soluções, um meio termo. Precisamos entender que as medidas de prevenção foram tomadas sob uma necessidade para que os números de casos não aumentassem. A prefeitura fez isso com todo respaldo legal. Neste momento, precisamos avaliar as necessidades de todos e encontrar soluções”, explicou Cândice.

Ficou definido que os casos precisam ser monitorados e serão reavaliados durante uma nova reunião que está marcada para este fim de semana.

Números

Até esta quarta-feira (25), Campo Grande registrava 240 notificações, sendo 22 casos confirmados de Covid-19.

Desde ontem, a vacinação para a gripe H1N1 está ocorrendo. A campanha foi antecipada com o objetivo de reduzir os casos e a circulação do vírus durante a pandemia do coronavírus (Covid-19).