Membros do Conselho Municipal da Mulher tomaram posse nesta sexta-feira

IMG-20190201-WA0030

Campo Grande, 01/02/2019 às 16:17

Tomaram posse nesta sexta-feira (1º), os quinze membros titulares e quinze suplentes, representantes do Poder Público Municipal e Sociedade Civil Organizada, que vão compor o Conselho Municipal da Mulher no biênio de 2019 a 2021.

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher – CMDM foi criado pela Lei n. 3.352 de 15 de julho de 1997, regulamentado pelo Decreto n. 8.625 de 7 (sete) de março de 2003 como órgão colegiado, consultivo tendo como objetivo primordial promover políticas de eliminação da discriminação da mulher, assegurando-lhes o pleno exercício de seus direitos, bem como, sua participação e integração no desenvolvimento econômico, social, político e cultural do município de Campo Grande.

O prefeito Marquinhos Trad falou do trabalho que os membros terão pela e afirmou que terão todo o apoio dentro da gestão.

“Vemos todos os dias notícias de violências contra a mulher, esse Conselho tem um trabalho longo pela frente e terá sempre o apoio necessário na nossa gestão. Estamos aqui para juntos construirmos políticas que cheguem a todos e a todas”, afirmou.

A subsecretária de Políticas para Mulher, Maritza Cogo, explicou que o conselho tem dentre as suas diversas competências definir a política municipal de promoção e defesa dos direitos da mulher.

“É muito importante essa parceria dos órgãos governamentais e não-governamentais, porque as ações em conjunto dão um resultado maior, porque o papel do Conselho é a fiscalização. Então a gente tem atuado bastante em conjunto. Estamos construindo muita ação voltada para as políticas públicas”, disse.

Representando a sociedade-civil, Iacita Azamor, disse que a grande função do Conselho é justamente receber denúncias, fiscalizar, propor políticas públicas.

“Temos um trabalho de bastidor. A gente faz um trabalho de formiguinha, nossos filhos que vão colher. Temos essa função de fazer com que a sociedade abra os olhos com essa discriminação que a mulher sofre. As estatísticas não nos deixam mentir que é muito grave a violência que a mulher sofre”, alertou.

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher – CMDM dá continuidade aos seus trabalhos iniciados em 2009 prosseguindo com o seu nono mandato, exercício 2019 a 2021, por um período de dois anos.

Rede Municipal de Sites e Serviços On-line de Campo Grande MS

http://www.campogrande.ms.gov.br/