Controladoria-Geral do Município participa da I Conferência de Governança Pública e Combate à Corrupção

04.

Campo Grande, 07/05/2019 às 16:46

Órgão integrante da Rede de Controle da Gestão Pública de Mato Grosso do Sul, a Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência do Município participou da “I Conferência Sul-Mato-Grossense de Governança Pública e Combate à Corrupção – Ferramentas de Auditoria, Controle e Governança na Gestão Pública Eficiente”.  O evento aconteceu nesta terça-feira (7), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

02.Durante a Conferência, foi entregue aos gestores das organizações federais, estaduais e municipais o relatório final da auditoria operacional, que teve como relatores o Ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes e o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE/MS), Ronaldo Chadid. O objetivo do documento foi avaliar a fragilidade das organizações públicas do Estado do Mato Grosso do Sul ao risco de ocorrência de fraude e corrupção.

O secretário municipal da CGM, Luiz Afonso de Freitas Gonçalves participou da abertura do encontro e destacou a relevância do projeto.

“Monitorar a suscetibilidade dos órgãos públicos frente às ações que podem gerar casos de fraude ou corrupção é de extrema importância para o crescimento do país”, acrescentou o secretário.

Segundo Luiz Afonso, além do constante acompanhamento, se faz necessária a implementação das boas práticas para prevenção, detecção, investigação e correção das situações ilícitas.

“Por isso destacamos que a união dos órgãos de fiscalização, tanto interna como externa, fortalece a administração pública, garantindo transparência em todos os serviços oferecidos à população”, finalizou Luiz Afonso.

O secretário de controle externo do TCU (Tribunal de Contas da União), Tiago Modesto Carneiro Costa, que coordena a Rede de Controle, foi um dos palestrantes do evento e também destacou a notoriedade dos trabalhos desenvolvidos em conjunto.

“Com todas as informações reunidas num único espaço, que é o site da Rede de Controle, o cidadão não precisa mais saber se tal fraude é municipal, estadual ou federal para se reportar, porque temos agora um ambiente único, onde estamos ali para resolver todos os problemas”, completou Tiago Modesto Carneiro Costa.

Representando a Controladoria-Geral do Município frente aos trabalhos de auditoria que foram desenvolvidos desde o primeiro semestre de 2018, o auditor de controle interno, Gilberto Antonio de Aquino Gonçalves explica que o relatório apresentado trata da aderência das organizações aos mecanismos de combate à fraude e corrupção frente ao seu poder de compra e regulação.

“Durante as ações desenvolvidas, foi avaliado o grau de suscetibilidade à fraude e corrupção em 282 instituições da administração federal, estadual e municipal. Todos os dados estão compilados no relatório final da auditoria operacional e ficará acessível à população no site da Prefeitura Municipal, na página da própria CGM”, destaca o auditor de controle interno.

Rede Municipal de Sites e Serviços On-line de Campo Grande MS

http://www.campogrande.ms.gov.br/