Centro de Informações de Transporte e Trânsito moderniza fiscalização do trânsito de Campo Grande

Campo Grande, 19/12/2016 às 14:02

O Centro de Informações de Transporte e Trânsito (CITT) foi implantado na sede da Agetran para a modernização e obtenção de maior eficiência na condução dos processos de supervisão, fiscalização e operação do transporte coletivo, dos semáforos e vias de Campo Grande.

Através do Núcleo de Supervisão e Controle do Transporte Público será  possível o acompanhamento, em tempo real, de toda a frota de ônibus da capital, permitindo verificar se o consórcio está cumprindo as determinações desta agência no que se refere a tipo e número de veículos em circulação, rotas corretas, horários, número de passageiros, etc. Possibilitando, ainda, contato direto entre a Agetran e o motorista de todos os ônibus. Toda tecnologia embarcada está instalada, excetuando o tablet para comunicação Agetran/motorista (instalação prevista ainda em dezembro de 2016). O sistema está em regime de pré-operação e deverá estar totalmente implementado até o fim de 2016, conforme acordado com o Ministério Público.

Tal sistema propiciará, ainda, a utilização, alternada, de cerca de mil câmeras já instaladas na frota de coletivos (três por veículo), possibilitando a verificação interna dos ônibus, bem como  das vias por onde trafegam.

Complementa o sistema,  a implantação de monitores informativos aos usuários, e câmeras, nos terminais com previsão de funcionamento em dezembro de 2016. Os usuários do sistema de transporte público da capital já  podem, também, acompanhar o horário de chegada dos ônibus,  em cada ponto, através do aplicativo “Moovit”.

Outra inovação se dará por meio do Núcleo de Supervisão e Controle do Parque Semafórico, que consiste em realizar o acompanhamento e a operação programada, em tempo real, dos semáforos instalados em Campo Grande. Também permitirá o registro de ocorrências e acompanhamento da qualidade de energia que atende os equipamentos semafóricos, permitindo a identificação de problemas de suprimento de energia no momento em que ocorrer qualquer falta. A quase  totalidade dos problemas com os semáforos da capital deve-se a falhas na rede elétrica, não nos equipamentos da Agência.  A solução do problema será a implantação de no-break’s semafóricos. O projeto piloto implantado está testado e pronto para entrada em operação plena, assim que os equipamentos forem instalados nos cruzamentos da cidade. Funcionando tanto na rede 4G comercial, quanto na 4G do Sistema Nacional de Comunicações Críticas, o sistema enviará imediatamente mensagem SMS à concessionária de energia, comunicando a falta dela naquele ponto, agilizando o restabelecimento do fornecimento por parte da Energisa. O novo sistema fará o registro de toda e qualquer falha no suprimento de energia, fornecendo elementos documentais que possibilitará solicitações de reparação de danos causados por tais falhas.

A aquisição de software de simulação de ajustes semafóricos (aquisição em curso) permitirá um salto de qualidade em termos de engenharia de tráfego para Campo Grande.

Este módulo também permite a visualização e identificação de veículos irregulares ou mesmo roubados, que por ventura venha a circular por nossas vias.

Por fim, o Núcleo de Supervisão e Controle de Vias e Despacho, utilizando-se das câmeras da Guarda Municipal, supervisionará as condições de tráfego nas vias monitoradas, permitindo uma ágil atuação em casos de acidentes. Novas câmeras serão implantadas, ampliando a área de cobertura. Estão previstas parcerias com condomínios de altos edifícios para a implantação de potentes câmeras em suas coberturas.  A Agetran já adquiriu um drone que também transmitirá imagens das vias, em tempo real, ao CITT. O Núcleo ainda abriga a área de despacho na comunicação entre a Agetran, seus agentes e viaturas espalhados em pontos estratégicos da cidade. Utilizando rádios P-25 e smartphones Lex-10, os operadores do CITT visualizam a localização de nossos agentes de trânsito, também em tempo real, e  os aciona de forma extremamente ágil ao detectar qualquer anormalidade nas vias. Esse sistema é inédito no Brasil e Campo Grande é a primeira cidade brasileira a firmar tal parceria com o Exército Brasileiro.

Sempre visando a melhoria dos serviços prestados pela Agetran, o Centro de Informações de Transporte e Trânsito será mais um elemento para auxiliar e agilizar o tráfego da capital.

Fonte/Autor: Assessoria do Gabinete/Rodrigo