Abertura ao público do Maio Amarelo é realizada na Capital

Campo Grande, 10/05/2016 às 14:41

Com o objetivo de alertar a sociedade sobre o alto índice de mortes e feridos no trânsito de todo o mundo, o Movimento Maio Amarelo, acontece mais uma vez esse ano em Campo Grande com diversas ações, caminhadas, passeatas, blitze educativas e palestras durante todo o mês.

Dentre os principais fatores de risco no trânsito, é possível destacar o excesso de velocidade, a ingestão de bebidas alcoólicas antes de dirigir/pilotar, o não uso do capacete e do cinto de segurança. No Brasil, o Código de Trânsito prevê diversas normas de conduta e penalidades para os usuários das vias públicas. Para qualquer ato imprudente, uma punição será aplicada: desde advertência por escrito, passando por suspensão do direito de dirigir até a cassação da Carteira Nacional de Habilitação.

O debate entre todos os envolvidos no Movimento dará abrangência sobre a conscientização e a responsabilidade do comportamento de cada cidadão em seu deslocamento diário no trânsito, entre pedestres, ciclistas e condutores de veículos. Órgãos de governo, empresas públicas e privadas, associações, demais organizações e a população se unem para divulgar toda a amplitude que o tema trânsito exige.

O diretor-presidente da Agetran, Elídio Pinheiro Filho, declarou durante o evento que “o Maio Amarelo é uma ação mundial que tem a finalidade de conscientizar a população sobre os acidentes de trânsito. A importância do Movimento é fazer com que haja um momento de reflexão de motoristas e motociclistas, que na maioria das vezes são os envolvidos em acidentes e lotam hospitais, que deixam de atender muitos pacientes com outras doenças, superlotando os leitos”.

A abertura para o público aconteceu dia 2 de maio às 08h, na Praça do Rádio, centro de Campo Grande e contou com a presença de policiais do Batalhão de Polícia Militar de Trânsito, funcionários da Agetran, do Detran, Correios e Corpo de Bombeiros e representantes do Gabinete de Gestão Integrada do Trânsito (GGIT).

Clique aqui para acessar as atividades do GGIT para o “Maio amarelo”.

Fonte/Autor: Assessoria do Gabinete/Rodrigo